PAI COM ALZHEIMER RECONHECE FILHO APÓS TRATAMENTO COM MACONHA MEDICINAL

Seu Ivo, de 58 anos, mora no estado de Goiás e foi diagnosticado com a doença há cerca de 6 anos. Desde então, o avanço da enfermidade trouxe inúmeros contratempos à família. Seu Ivo se tornou agressivo, não se lembrava das pessoas queridas e não queria mais tomar banho.

“O Alzheimer destruiu a vida do meu marido, com 58 anos ele é uma pessoa totalmente dependente, fica agressivo, não aceita. Ele era uma pessoa doce. Hoje, tem momentos que ele está feliz e do nada ele se transforma, fica violento. Perdeu totalmente a identidade dele. O corpo está aqui, mas a mente foi embora”, relata Solange Barsan Suzin, esposa do paciente.

No auge do desespero, a família procurou por um tratamento alternativo e conheceu o óleo de cannabis. O filho revela que, em poucos meses, o homem apresentou um progresso impressionante. Hoje, ele já consegue comer sozinho e permite que a família lhe dê banhos, além de conversar, brincar e dançar.

“Faz sete meses que o meu pai faz uso do óleo, em uma semana já teve uma mudança inexplicável! Sendo que ele ficou mais de seis anos sendo dopado, tomando remédios fortes. Meu pai teve melhoras sensacionais”, contou Filipe em uma entrevista.

Diversos estudos sobre o assunto mostram que, apesar de ser visto com preconceito, o uso do óleo de cannabis traz diversos efeitos positivos na vida dos pacientes.

O medicamento é fornecido por uma ONG brasileira que trata cerca de 100 pacientes na região de Goiás. O filho de seu Ivo, Filipe, também faz tratamento com o óleo para uma leucemia mieloide crônica.

CONFIRA O VÍDEO NO LINK ABAIXO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *