CANNABIS COMBATE SIGNIFICATIVAMENTE A DOR NEUROPÁTICA

Para aqueles que sofrem de dor neuropática, parece que tratamentos naturais podem ser mais eficazes do que a farmácia.

Um estudo de 2013 publicado no The Journal of Pain analisou a capacidade da cannabis vaporizada para tratar a dor neuropática. Uma dose baixa de cannabis vaporizada melhora significativamente a dor neuropática. Os pesquisadores realizaram um estudo duplo-cego, controlado por placebo, cruzado que examinou os indivíduos que continuaram a sentir dor, apesar dos tratamentos tradicionais. O estudo revelou grande promessa em relação ao tratamento com canabinóides, afirmando:

“A cannabis tem eficácia analgésica, sendo a baixa dose um analgésico tão eficaz quanto a dose média. Os efeitos psicoativos foram mínimos e bem tolerados, e os efeitos neuropsicológicos foram de duração limitada e prontamente reversíveis em 1 a 2 horas. A cannabis vaporizada, mesmo em doses baixas, pode apresentar uma opção eficaz para pacientes com dor neuropática resistente ao tratamento.”

Enquanto os efeitos psicoativos da cannabis são frequentemente apontados como efeitos colaterais deletérios, os pesquisadores do estudo acima mencionado descobriram o contrário neste estudo, concluindo: “…pode não prever um impacto significativo no funcionamento diário.”

A dor neuropática pode ser devastadora para quem sofre e confusa para muitos que entram em contato com a condição desconcertante. Ocorre quando o dano ao sistema nervoso periférico faz com que os nervos enviem mensagens incorretas ao corpo de que há dor. Essa dor pode variar de queimação a dormência e muitas vezes é crônica. As causas da dor neuropática são tipicamente fibras nervosas danificadas que sobraram de uma lesão no tecido do corpo. Alguns dos casos mais comuns desta dor debilitante são encontrados em indivíduos que tiveram cirurgia da coluna vertebral, quimioterapia, diabetes, alcoolismo e esclerose múltipla.

Até o momento, os pesquisadores descobriram que os canabinóides que aliviam a dor e têm sido capazes de isolar são o tetrahidrocanabinol (THC), canabidiol (CBD), cannabichromene (CBC) e cannabinol (CBN). Além das propriedades analgésicas desses canabinóides, os efeitos colaterais são mínimos em comparação aos encontrados nos tratamentos farmacêuticos tradicionais.
Juntamente com opções naturopatas emergentes para o tratamento da dor neuropática estão os opióides farmacêuticos que continuam a ser o tratamento mais comumente prescrito para a condição. Enquanto esses analgésicos poderosos podem fornecer alívio temporário para alguns pacientes, eles também vêm com efeitos colaterais substanciais e alta potencialidade para abuso e dependência. Números recentes divulgados pelo Centro de Controle de Doenças atribuíram a maioria das mortes por overdose nos Estados Unidos a analgésicos prescritos.

Fonte: Medical Marijuana 411

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *