TRATAMENTO COM CANNABIS PARA FIBROSE CÍSTICA

A Fibrose Cística é uma doença hereditária, que afeta os sistemas respiratório e digestivo, resultando em uma espessura e viscosidade do fluido associado ao muco e à digestão. Esses fluidos podem causar entupimentos nas passagens, dependendo da gravidade da doença. Os sintomas mais comuns incluem tosse crônica e chiado, diarreia, azia, infecção pulmonar e fadiga geral. Atrasos no desenvolvimento também podem estar associados à fibrose cística. Mas os planos de tratamento da maconha medicinal podem ajudar a aliviar esses sintomas.

Um gene defeituoso causa um acúmulo espesso de muco nos pulmões, pâncreas e outros órgãos em pessoas com esta doença. Nos pulmões, o muco entope as vias aéreas e retém as bactérias, levando a infecções, danos pulmonares extensos e, eventualmente, insuficiência respiratória. No pâncreas, o muco impede a liberação de enzimas digestivas, que permitem ao organismo decompor os alimentos e absorver nutrientes vitais.

MEDICAÇÃO TRADICIONAL DA FIBROSE CÍSTICA
As seguintes terapias são os tratamentos mais comuns:

Liberação das vias aéreas – isso ajuda a soltar e expelir o muco espesso que se acumula nos pulmões. Algumas técnicas de liberação das vias aéreas requerem a ajuda de membros da família, amigos ou terapeutas respiratórios. Muitas pessoas com FC usam um colete inflável que vibra o tórax em alta frequência para ajudar a soltar e diluir o muco;

Medicamentos inalados – estes também podem ser usados ​​para abrir as vias aéreas ou diluir o muco. Estes são medicamentos líquidos, transformados em névoa ou aerossol e depois inalados através de um nebulizador. Estes medicamentos incluem antibióticos para combater infecções pulmonares e terapias para ajudar a manter as vias aéreas limpas;

Suplementos de enzimas pancreáticas – estas cápsulas melhoram a absorção de nutrientes vitais. Estes suplementos são tomados em todas as refeições. Pessoas com FC também costumam tomar multivitamínicos.

Prescrições farmacêuticas comuns para a fibrose cística são azitromicina, ciprofloxacina e tobramicina. Cloreto de sódio por injeção ou inalação é outra opção de tratamento.  O tratamento por um gastroenterologista e terapeuta respiratório também é comum, bem como fisioterapia e trabalho com nutricionista.

SOBRE TRATAMENTOS COM CANNABIS PARA FIBROSE CÍSTICA
O tratamento canabinoide mais comum sugerido para a fibrose cística é o com o composto THC.  Acredita-se que as propriedades broncodilatadoras, anti-inflamatórias e estimulantes do apetite da cannabis estejam por trás das interações bem-sucedidas entre a cannabis e a fibrose cística. As cepas de cannabis recomendadas são a Holland’s Hope, Blackberry, Blueberry e Silver Haze.

Atualmente, existem evidências científicas muito limitadas sobre a eficácia do tratamento da fibrose cística com a maconha medicinal.

COMO MEDICAR
A vaporização de cannabis e a ingestão oral de comestíveis e extrato de óleo de cannabis são os métodos mais comuns documentados pelos pacientes. Fumar não é recomendado devido ao funcionamento delicado do pulmão, frequentemente associado à fibrose cística.

HISTÓRIA DE PACIENTE
Nick Landt percebeu pela primeira vez que os brownies de maconha reduziam grandemente seus sintomas de fibrose cística quando adolescente, citando que “meus pulmões se abriam mais, permitindo uma melhor ingestão de oxigênio e diminuindo a quantidade de congestão nos meus pulmões.” Ele pesquisou a interação e começou a entender os efeitos da cannabis como agente anti-inflamatório e broncodilatador. Isso o levou a começar a usar um vaporizador em 2009, e após três meses de uso, ele descreveu sintomas amplamente melhorados e que “nunca se sentiu melhor em sua vida.” Ao visitar seu médico, os resultados dos testes revelaram resultados comoventes, incluindo a redução das irregularidades dos leucócitos no sangue e o funcionamento pulmonar estabilizado. Quando o médico colocou um estetoscópio no tórax de Landt, não houve estalos, indicando que não havia o excesso de congestionamento de expectoração nos pulmões, do qual ele sofreu por tanto tempo.

Fonte: Medical Marijuana 411

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *